Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Poliedro TERRAMAR Maia – PTM

https://poliedroeu.wordpress.com/

Poliedro TERRAMAR Maia – PTM

https://poliedroeu.wordpress.com/

01
Out19

A METÁFORA DO POLIEDRO

Manuel J. Engrácia (Ribacoa)

POLIEDRO MILITATURUS PORTUCALE - PMP
Manuel J. Engrácia (Ribacoa)
A metáfora do Poliedro, nasceu em 2013, no primeiro ano do Pontificado do Papa Francisco (Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, 288).
Poliedro é um Movimento de inspiração militar, que pretende colocar a «escola militar» de cidadania no centro do discurso político nacional. A política é a sublime vocação, e uma das formas mais preciosas da caridade, porque busca o bem comum, e os militares, conscritos e voluntários, pelo ritual do juramento cívico, revestem-se do dever interior de servir os outros, se necessário oferecer a sua vida. Desinstalando-se, abonados de alojamento e alimentação, sem saber o que vão comer nem onde vão aboletar, partem confiantes no seu chefe.
Temos ou tivemos a vida comprometida por uma causa, e sabemos o que isso é. Estamos presentes em todos os recantos do País, residimos em cada uma das três mil células sociais base que cobrem todo o território nacional - as Freguesias -, em cada rua, em cada prédio, em sobreposição com outras três mil Paróquias. Seis mil agências ao serviço dos contribuintes, para cuidar do bem comum e da paz social, começando pela vizinhança, esperam por nós.
Queremos constituir em cada uma destas seis mil circunscrições portuguesas, de uma forma orgânica, um espaço de cidadania, na imaginativa forma do Poliedro, tal como o apresenta o Papa Francisco, no seu programa de governo Evangelii Gaudium, 236. Aqui se reflecte a confluência tanto da acção pastoral como da acção política procurando o melhor de cada um, fazendo-se a entrada pelas portas dos ritos iniciáticos, do juramento militar e do baptismo.
Este é o tempo favorável para, nesse espaço de cidadania pura, fazer um estágio na «Política» - caridade, e se outro melhor não for proposto, tentemos explicitar o universal, e jamais esgotado, modelo económico do projecto político de Jesus, tal como consta dos Actos dos Apóstolos (At 2,42-47). Aqui e agora, os militares, têm bem presente, nos seus arquivos interiores, o que é a dádiva da juventude sem contrapartidas imediatas e quantificáveis, comprometida apenas na aventura do desconhecido e confiando num outro que ele não escolheu e o comanda. Os militares conhecem, e não abdicam da sua própria autoridade em matéria de cidadania e de civismo.
Se tem um vizinho, na sua rua, no seu prédio, na Freguesia da sua residência, que pense no modelo económico antes proposto, nesta terra que pisamos, constitua com ele uma «Equipa de Guerrilha» ao serviço dos outros, e junte-se a nós na animação do Espaço Poliedro, com o seu Banco de Tempo e Competências, e uma Escola Nova, a escola da cidadania, de Arte e Ofícios, para servir os outros, neste novo mundo contingente mas com futuro prometido. Somos especialistas na formação de Unidade de unidades. Quando assentamos praça, não eramos um povo, mas passando pela «escola militar» ele nasce e perdura.
Pretendemos apresentar, nós militares que não escolhemos o chefe, como princípio comum a todos os que desempenharem cargos políticos, a obrigação de terem à sua frente todos os dias os deveres constitucionais do príncipe, escritos por sua mão para não poderem dizer que não entenderam a letra e agirem em consequência, cumprindo e fazendo cumprir.

 

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub